fbpx

O estresse pode causar mau hálito?

2 minutos para ler

Há uma série de fatores que podem levar ao mau hálito. Hipoglicemia, obesidade e diabetes estão entre algumas das possíveis causas desse problema. Outra causa muito comum é o estresse.

 

Como o funcionamento das glândulas salivares está diretamente ligado ao sistema nervoso, é normal que problemas emocionais como o estresse façam com que a produção salivar diminua. Alguns problemas de saúde como o estresse crônico podem aumentar ainda mais a diminuição da produção de saliva.

 

O motivo para este problema é porque uma das principais funções salivares é eliminar os principais agentes causadores da placa bacteriana. Por isso, quando a produção salivar diminui, a boca pode apresentar mais bactérias, o que pode gerar a halitose.

 

O estresse também pode ser gerado por outras doenças, trazendo outras possíveis causas para o mau hálito. Hipoglicemia e diabetes podem causar mau hálito devido a produção de corpos cetônicos. Já no caso da obesidade, ele pode ser gerado pelo ronco. Esse rangido causado durante o sono pode causar ressecamento na boca, o que consequentemente pode causar descamação das mucosas bucais. Isso pode gerar a saburra, uma placa esbranquiçada que fica no fundo da língua.

 

O tratamento do mau hálito pode vir de forma imediata no dentista, que tratará a causa direta. Porém, é necessário avaliar as causas reais para que o tratamento seja efetivo. Em caso de estresse excessivo, é indicado que se busque um psicólogo ou um psiquiatra. A ajuda profissional adequada é essencial para que o tratamento seja efetivo.

Você também pode gostar

Um comentário em “O estresse pode causar mau hálito?

Deixe um comentário

Fale conosco
Enviar