fbpx

Sensibilidade dentária: o que causa e como tratar

2 minutos para ler

É comum que algumas pessoas se queixem de incômodo nos dentes ao comer ou beber coisas muito quentes ou geladas. Esse é o principal sintoma da sensibilidade dentária. Mas será que todos sabem do que se trata?

 

A sensibilidade dentária ocorre quando a dentina, um tecido poroso presente no dente, fica exposta. Há canais microscópicos na dentina, chamados túbulos, que conduzem ao nervo dental. Quando esses túbulos ficam expostos, os nervos se irritam com mais facilidade através desses estímulos. Além da alimentação, a escovação também pode ser um fator de desconforto para aqueles que sofrem com a sensibilidade.

 

Há dois motivos pelos quais a dentina pode ser exposta: a retração do tecido gengival ou pela perda do esmalte dental. A gengiva pode se retrair quando é atingida pela placa bacteriana ou pela má escovação. Ao se retrair, ela expõe a dentina que não possui esmalte, esse costuma ser o principal motivo para a dor ou a sensação de desconforto.

 

Causas da sensibilidade

Há vários fatores que podem causar danos à região bucal e contribuir com a sensibilidade. Alguns deles são:

 

  • Má escovação, com muita força ou com escova de cerdas duras;
  • Má higiene bucal;
  • Bruxismo;
  • Fratura ou fissura dental;
  • Tratamentos ou limpezas dentais.

 

Outro motivo para a sensibilidade pode ser o clareamento dentário. Porém, no caso do clareamento, a sensibilidade costuma ser temporária e some algum tempo após o tratamento.

Tratando a sensibilidade

A primeira atitude a tomar após identificar a sensibilidade é procurar seu dentista. Ele poderá indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Algumas outras dicas são:

  • Usar uma escova de cerdas suaves, sem aplicar força durante a escovação;
  • Usar creme dental para dentes sensíveis;
  • Usar o fio dental;
  • Usar enxaguante bucal com flúor;
  • Evitar o consumo de alimentos e bebidas ácidas.

Não se esqueça: a higiene bucal é sempre o melhor modo de prevenir problemas dentais.

Você também pode gostar

2 thoughts on “Sensibilidade dentária: o que causa e como tratar

Deixe um comentário

Fale conosco
Enviar